domingo , 24 março 2019
Home / Notícias / Educação / Agenda conjunta em 2019 é tema de reunião entre secretários

Agenda conjunta em 2019 é tema de reunião entre secretários

Secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Cabral, se reuniu com titular da Seduce, Fátima Gavioli

Com a intenção de estreitar laços entre as pastas do governo estadual, a secretária de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), Fátima Gavioli, recebeu a visita do secretário de Desenvolvimento Social (Seds), Marcos Cabral. O encontro, que também contou com a presença de deputados e vereadores do interior goiano, abordou temas como educação profissional, escolas de tempo integral e centros de convivência.

Em meio a uma agenda cheia desde que assumiu a Seduce, Fátima se diz satisfeita por estar em contato direto com pessoas de todas as regiões do Estado. Para ela, essa conversa “olho no olho” ajuda a entender melhor a realidade da Educação goiana. Na audiência desta quarta-feira (9/1), ela e o secretário de Desenvolvimento Social começaram a discutir uma agenda conjunta, bem como estabelecimento de parcerias.

Um dos assuntos tratados na reunião diz respeito à gestão dos centros de convivência, que deve passar da Seduce para a Seds. “A gente vai trabalhar isso na reforma administrativa”, sinalizou Fátima ao defender que o foco da Seduce será tão e somente assuntos relacionados à Educação, garantindo que o aluno esteja em sala de aula e aprendendo.

Para o secretário Marcos, a Seduce e a Seds possuem um vínculo natural que deve ser explorado pelos próximos anos. “A questão social está muito voltada para a Educação. Vamos colocar nossas secretarias em união e de mãos dadas para alcançar, acima de tudo, as famílias que precisam de um amparo social e educacional por parte do poder público”, destacou.

Goiânia, 9 de janeiro de 2019

Comunicação Setorial da Seduce Goiás

Veja Também

Solução com ponte do Exército não é novidade: Marconi usou em Itaberaí (2011) e entregou ponte nova em 150 dias

A ação de chamar o Exército para erguer ponte provisória não é novidade. Assim como Caiado faz agora na GO-060, o ex-governador Marconi Perillo fez o mesmo em 2011, em Itaberaí, quando a GO-070 acabou sendo destruída pelas fortes chuvas. A diferença é que, na época, Marconi não enrolou e a construção da ponte provisória começou rapidamente e a estrutura definitiva ficou pronta em 150 dias.

O post Solução com ponte do Exército não é novidade: Marconi usou em Itaberaí (2011) e entregou ponte nova em 150 dias apareceu primeiro em Goiás 24 horas.