sexta-feira , 19 abril 2019
Home / Notícias / Educação / Aluna do Cepi Cecília Meireles é destaque em concurso da Defensoria Pública da União

Aluna do Cepi Cecília Meireles é destaque em concurso da Defensoria Pública da União

A estudante Lohainy de Paula Rocha, de 15 anos, que faz o 2º ano do Ensino Médio no Centro de Ensino em Período Integral Cecília Meireles, em Aparecida de Goiânia, conquistou o segundo lugar na etapa regional do 4º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU). O texto de autoria da jovem foi selecionado entre 396 inscritos de todas as partes do país.

Aluna da escola desde o ano passado, Lohainy foi orientada pela professora Rafaela Pires e contou também com o apoio do pai, Elisnei Alves Rocha – contador e advogado – para elaborar seu texto sobre o tema “Promoção dos Direitos Humanos e Garantia do Acesso à Justiça”.

“Na minha abordagem, eu falei sobre como esses direitos não são valorizados e como as pessoas não têm muito conhecimento sobre eles”, comenta ela. Lohainy acrescenta que a experiência de participar do concurso foi muito boa e que isso a incentivou a se aprofundar um pouco mais sobre o assunto.

Rede estadual é destaque

A cerimônia de premiação dos estudantes foi realizada em dezembro na sede da Defensoria Pública da União (DPU), em Brasília. Além de Lohainy, o concurso selecionou textos de outros 10 alunos da rede pública estadual. Foram eles: Kailaine Macedo Rodrigues (C. E. Ermelindo Felix de Miranda), Amanda de Sousa Santos (E. E. Euclides Serafim de Lima), Igor Costa Santos (CEPMG Nestório Ribeiro) e Bárbara Estefânia de Souza Mendonça (C. E. Cruzeiro do Sul).

Duas outras instituições de ensino da rede também se destacaram. O C. E. Adoniro Martins de Andrade foi representado por Leidiane Aparecida Cintra Sales, Lúcio Flávio Gomes Menezes e Allison de Oliveira e o C. E. Vida Nova por Gabriela Carneiro Fonseca, Wanderson Ferreira da Silva e Ketlen Oliveira Santos.

Direitos humanos

O concurso da Defensoria Pública da União (DPU) foi criado com o intuito de estimular alunos do Ensino Fundamental e Médio de todo o país a trabalharem os diversos aspectos da escrita e da leitura. Nesta quarta edição, o tema proposto para reflexão entre os estudantes foi a “Promoção dos Direitos Humanos e Garantia do Acesso à Justiça” em homenagem aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. 

No total foram 8.680 redações inscritas, sendo 2.047 textos do 6º ao 9º ano do ensino regular, 396 do 1º ao 3º ano do Ensino Médio, 615 de alunos matriculados no ensino regular em cumprimento de medida socioeducativa, 5.446 de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que se encontram em situação de prisão nos presídios estaduais, e 176 da EJA em presídios federais.

Veja Também

Jornalista Cileide Alves, sobre as placas de Caiado: “Isto é comunicação de interesse público ou propaganda política com dinheiro público?”

Intrigada com o non sense da placa colocada pela Goianfra nas rodovias goianas por determinação do governo Ronaldo Caiado, a jornalista Cileide Alves, da rádio Sagres 730, usou as redes sociais para colocar a seguinte pergunta no ar:

"Sobre essa informação publicada no Giro do @jornal_opopular tenho a seguinte dúvida: isto é comunicação de interesse público ou propaganda política com dinheiro público?"

O post Jornalista Cileide Alves, sobre as placas de Caiado: “Isto é comunicação de interesse público ou propaganda política com dinheiro público?” apareceu primeiro em Goiás 24 horas.