quarta-feira , 17 outubro 2018
Home / Cultura / Circuito Cultura Gera Futuro é realizado em Goiânia

Circuito Cultura Gera Futuro é realizado em Goiânia

O evento conta com a presença da ministra interina da Cultura, Mariana Ribas

Produtores culturais, artistas, gestores públicos e outros interessados na área cultural em Goiás participam, nesta segunda-feira (11/06), do Circuito Cultura Gera Futuro, seminário promovido pelo Ministério da Cultura (MinC), no auditório do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG), em Goiânia. Importante forma de aproximação desse público com o MinC, o seminário conta com o apoio do governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce). O superintendente Executivo de Cultura da Seduce, PX Silveira, representou o secretário de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Marcos das Neves.

A ideia é ampliar o diálogo entre o Ministério e quem faz cultura Brasil afora, com a realização de seminários em 27 cidades e, a partir da disseminação de informações, ampliar o acesso de todas as regiões às verbas federais da Cultura. Os recursos do MinC ainda estão muito concentrados na região sudoeste, que recebe quase 79% do que é disponibilizado para investimento em cultura no país.

O superintendente Executivo de Cultura, PX Silveira, participou da abertura do seminário. “É muito importante a presença da equipe do Ministério da Cultura aqui para que Goiás possa perceber o que há de programa, de incentivo a produtores e artistas da nossa terra”, afirmou. PX Silveira reforçou a importância social da produção cultural no país. “Cultura gera inclusão, desenvolvimento, futuro e, sobretudo, cultura gera cultura. Quanto mais a gente fala de cultura, mais temos de falar. Quanto mais se faz cultura, mais se tem o que fazer. Temos de divulgar a cultura, dar acesso a ela”, salientou.

Capacitação

Durante o Circuito Cultura Gera Futuro, o público conhece melhor a estrutura do Ministério da Cultura, suas ações e os incentivos oferecidos aos produtores. Em Goiânia, a ministra interina Mariana Ribas aproveitou o espaço da manhã para expor o orçamento do MinC, a evolução dos projetos contemplados e quanto é direcionado a cada ação – Lei Rouanet, Lei do Audiovisual, Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e outros mecanismos.

À tarde, a partir das 16h, o evento continua com uma parte mais técnica, com reforços à capacitação do público para a apresentação de projetos ao MinC, ampliando as chances de que sejam contemplados com os recursos. “Vamos nos aprofundar nos editais da Lei Rouanet, Lei do Audiovisual e outros projetos”, explicou.

Mariana Ribas também falou do quanto é importante a participação do setor privado. Empresas podem fazer uso da renúncia fiscal para oferecer apoio a projetos culturais locais. Já a sociedade, continuou, deve cobrar de seus parlamentares, em Brasília, a apresentação de projetos que destinem verbas para aplicação em cultura nos seus estados de origem.

Goiânia, 11 de junho de 2018.

Comunicação Setorial da Seduce

Veja Também

Anúncio de que Caiado vai trazer consultoria e tecnocratas de outros Estados pata mandar em Goiás é mau sinal para funcionalismo público

A notícia da contratação de consultoria e tecnocratas de outros estados para fazer uma auditória na administração para preparar a transição para o futuro governo Caiado é mau presságio para os servidores. Ou alguém já viu uma consultoria ou um tecnocrata sugerindo medidas que beneficiem o funcionário público?

O post Anúncio de que Caiado vai trazer consultoria e tecnocratas de outros Estados pata mandar em Goiás é mau sinal para funcionalismo público apareceu primeiro em Goiás 24 horas.