domingo , 20 janeiro 2019
Home / Notícias / Goiás / Dra. Cristina diz que vereador tentou esmurrar professora, mas não dá nome

Dra. Cristina diz que vereador tentou esmurrar professora, mas não dá nome

A vereadora Dra. Cristina (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, no plenário da Câmara Municipal, que um dos seus colegas vereadores tentou “esmurrar” uma professora da rede pública de Goiânia por causa de desentendimentos relativos ao projeto da reforma da Previdência. Este vereador seria da base do prefeito Iris Rezende (MDB).

“Bater em professora não resolve o problema não. Quem não tem argumento parte para violência física. Usa a força bruta quem é frágil de caráter. Homens perdem a razão e vão para violência física. Na minha frente, não. E foi sorte dessa pessoa que eu não estava presente, porque daria voz de prisão”, disse Dra. Cristina.

A vereadora afirmou que tem vídeo provando a agressão.

O post Dra. Cristina diz que vereador tentou esmurrar professora, mas não dá nome apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

Voz das ruas sobre o calote: “Caiado nunca precisou viver de salário e por isso não está nem aí para os servidores”

Estão completamente enganados aqueles que ainda acreditam que a revolta a indignação com o calote salarial promovido pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e pela supersecretária e primeira-ministra forasteira Cristiane Schmidt (Economia) se restringe aos servidores de bolsos vazios. O debate está nas ruas e, por onde se anda, brotam as críticas contra o descaso flagrante e profundo da administração caiadista com seus funcionários.

O post Voz das ruas sobre o calote: “Caiado nunca precisou viver de salário e por isso não está nem aí para os servidores” apareceu primeiro em Goiás 24 horas.