sexta-feira , 21 setembro 2018
Home / Notícias / Goiás / Dra. Cristina diz que vereador tentou esmurrar professora, mas não dá nome

Dra. Cristina diz que vereador tentou esmurrar professora, mas não dá nome

A vereadora Dra. Cristina (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, no plenário da Câmara Municipal, que um dos seus colegas vereadores tentou “esmurrar” uma professora da rede pública de Goiânia por causa de desentendimentos relativos ao projeto da reforma da Previdência. Este vereador seria da base do prefeito Iris Rezende (MDB).

“Bater em professora não resolve o problema não. Quem não tem argumento parte para violência física. Usa a força bruta quem é frágil de caráter. Homens perdem a razão e vão para violência física. Na minha frente, não. E foi sorte dessa pessoa que eu não estava presente, porque daria voz de prisão”, disse Dra. Cristina.

A vereadora afirmou que tem vídeo provando a agressão.

O post Dra. Cristina diz que vereador tentou esmurrar professora, mas não dá nome apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

Ibope, que coloca Caiado na frente, anunciou vitória de Iris por 53% a 27% em 1998

4 de outubro de 1998: a poucas horas da eleição que sacramentou a surpreendente derrota do então senador Iris Rezende (MDB) naquela histórica eleição para governador, o instituto Ibope divulgou uma pesquisa que dizia que o emedebista se consagraria mais uma vez. Mais do que isso: com uma frente de 550 mil votos sobre a supresa daquele pleito, o então deputado federal Marconi Perillo (PSDB). É com esta nódoa nunca superada que o instituto voltou a divulgar pesquisas para o governo de Goiás.

O post Ibope, que coloca Caiado na frente, anunciou vitória de Iris por 53% a 27% em 1998 apareceu primeiro em Goiás 24 horas.