segunda-feira , 18 fevereiro 2019
Home / Notícias / Educação / Escolas estaduais recebem prêmio nacional por reaproveitar lixo e reflorestar nascentes

Escolas estaduais recebem prêmio nacional por reaproveitar lixo e reflorestar nascentes

Não dá para imaginar a quantidade de lixo que pode ser reutilizada até que se experimente. Assim surgiu um projeto sustentável no Colégio Estadual Severiano de Araújo, em Goiânia. Após ter problemas com a coleta de lixo, a direção da escola resolveu a questão por conta própria, criando vários destinos diferentes aos resíduos. A ação deu tão certo que, no final do ano passado, foi premiada na 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente, da Fundação Oswaldo Cruz.

O diretor da escola, Maxiley Vieira, acompanhado das professoras Oneida Fernandes e Ainoam Viana, teve um encontro com a secretária Fátima Gavioli no sábado (9/2) quando, na oportunidade, exibiu a placa de Destaque Regional recebida pela escola durante cerimônia de premiação no Rio de Janeiro, em 28 de novembro último. “Ser gente: Ser consciente!” venceu a categoria Projeto de Ciências do Ensino Fundamental.

O projeto respeitou os 17 objetivos sustentáveis propostos pela Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). A meta de reduzir a quantidade de lixo gerada pela escola envolveu alunos e toda a comunidade das redondezas. As principais alternativas adotadas foram a compostagem e reciclagem. “Cada sala de aula recebeu uma caixa para descarte adequado dos papéis. Já o lixo orgânico a gente enterra, e ele acaba virando adubo para nossa horta”, explicou o diretor.

Pelos cálculos da escola, toda semana são reaproveitados cerca de 50 quilos do que antes era tratado como lixo. Ou seja, oito sacos de resíduos sólidos foram reduzidos a um. Além de colaborar com o meio ambiente, houve economia na aquisição de sacos de lixo.

Já o adubo, fruto da compostagem, contribuiu para o cultivo saudável dos alimentos na horta da escola. Nesta semana, o cardápio da merenda contará com quibebe de mandioca, que foi plantada e colhida no pátio do Colégio Estadual Severiano de Araújo.

Outra escola premiada

A 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente também teve entre os premiados o Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Independência, do município de Quirinópolis. “Água é Vida”, desenvolvido sob coordenação do professor Antônio Carlos Novaes, foi Destaque Regional na categoria Projeto de Ciências do Ensino Médio.

Nessa iniciativa, que envolveu as disciplinas de Biologia e Química, cerca de 200 alunos da escola se engajaram no desafio de reflorestar duas nascentes da região de Quirinópolis. Para isso, os estudantes tiveram aulas sobre as mudas que foram plantadas, além de conscientização sobre a importância da água e da preservação do meio ambiente. “Nosso trabalho teve várias etapas, inclusive com dinâmicas e gincanas. Foi um aprendizado enorme”, disse o professor Antônio.

Entre as mudas plantadas ao redor das nascentes estão as chamadas pioneiras, como embaúba, pororoca e pimenta de macaco, e também as plantas tardias, ou secundárias, como ipê, peroba, murici e pequi. “Optamos por utilizar algumas plantas nativas do Cerrado, e que já faziam parte da paisagem”, completou. As áreas de reflorestamento são regularmente monitoradas pela turma.

Goiânia, 12 de fevereiro de 2019

Comunicação Setorial da Seduce Goiás

Veja Também

Governo Caiado completa 50 dias nesta terça. A pergunta é: haverá comemoração?

Ronaldo Caiado (DEM) completa, nesta terça-feira, 50 dias desde que foi investido no cargo de governador. A pergunta que o blog faz é: Caiado correspondeu às expectativas nele depositadas depois de uma vitória incontestável no primeiro turno das eleições de 2018? Há motivos para comemorar?

O post Governo Caiado completa 50 dias nesta terça. A pergunta é: haverá comemoração? apareceu primeiro em Goiás 24 horas.