sexta-feira , 19 abril 2019
Home / Notícias / Goiás / Exclusivo: TCE confirma G24H e desmascara de vez fake news da secretária Gavioli

Exclusivo: TCE confirma G24H e desmascara de vez fake news da secretária Gavioli

O leitor viu aqui no 24Horas mais cedo que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) não havia emitido nenhuma recomendação que pudesse provocar mudança na estrutura administrativa da Seduce, alterando assim carga horária dos servidores e outras funções. Essa vem sendo a justificativa da secretária Fátima Gavioli para mascarar sua verdadeira intenção e do governador Caiado, que é a redução salarial dos servidores.

Em nota enviada ao blog, o TCE confirma que não há manifestação do Tribunal no sentido de interferir no exercício de funções dos servidores da Seduce. Ou seja, o discurso da secretária é fake news das grandes.

Veja abaixo a nota do TCE

O Tribunal de Contas do Estado de Goiás informa que, até o presente momento, não há manifestação Plenária no sentido de emitir recomendações ou determinações quanto ao cumprimento de hora/aula por professores, e de hora/relógio por secretários, coordenadores pedagógicos e tutores da Secretaria de Estado de Educação.

O post Exclusivo: TCE confirma G24H e desmascara de vez fake news da secretária Gavioli apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

Jornalista Cileide Alves, sobre as placas de Caiado: “Isto é comunicação de interesse público ou propaganda política com dinheiro público?”

Intrigada com o non sense da placa colocada pela Goianfra nas rodovias goianas por determinação do governo Ronaldo Caiado, a jornalista Cileide Alves, da rádio Sagres 730, usou as redes sociais para colocar a seguinte pergunta no ar:

"Sobre essa informação publicada no Giro do @jornal_opopular tenho a seguinte dúvida: isto é comunicação de interesse público ou propaganda política com dinheiro público?"

O post Jornalista Cileide Alves, sobre as placas de Caiado: “Isto é comunicação de interesse público ou propaganda política com dinheiro público?” apareceu primeiro em Goiás 24 horas.