sexta-feira , 19 abril 2019
Home / Notícias / Cidades / LIXO HOSPITALAR É JOGADO EM LIXEIRA DE LIXO COMUM EM GOIANIRA

LIXO HOSPITALAR É JOGADO EM LIXEIRA DE LIXO COMUM EM GOIANIRA

MORADOR DIZ QUE NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE LIXO HOSPITALAR É ENCONTRADO EM LIXEIRA DE LIXO COMUM NO AMBULATÓRIO MUNICIPAL

Heráclito Aquino

IMG_20180518_095815289

Morador de Goianira denuncia o descarte irregular de lixo hospitalar em lixeira, colocada ao lado do portão dos fundos do Antigo hospital Santos Dangoni. José Carlos afirma que objetos infectantes foram jogados dentro de uma caçamba de lixo comum e que está aberta nos fundos do hospital.

Pelas imagens, é possível notar que entre o material deixado no local estão objetos descartáveis utilizados por funcionários do Ambulatório. O morador alega que esta não é a primeira vez que isso ocorre e que por isso resolveu nos enviar as imagens do material “É uma irresponsabilidade dos responsáveis do Ambulatório. Pelo que eu sei este material não pode ser jogado junto com outros tipos de lixos”.

NOTA DE RESPOSTA

 “A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que, o lixo hospitalar do Ambulatório Municipal Santos Dangoni é feito de forma regular. O lixo é colocado em sacos plásticos diferentes do comum e reservado em lixeira própria para o resíduo”.

Veja Também

G1: alunos da zona rural de Formosa estão há mais de 30 dias sem aulas por má condições da GO-116. Cadê o governo Vaiado?

Deu no G1: “Mais de 60 alunos que moram na zona rural de Formosa estão sem estudar há mais de um mês devido às condições da G0-116, que está intransitável. As crianças fazem parte do ‘Assentamento Fartura’, como é conhecido o grupo de cerca de 500 moradores da região. O trajeto para a escola passa […]

O post G1: alunos da zona rural de Formosa estão há mais de 30 dias sem aulas por má condições da GO-116. Cadê o governo Vaiado? apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *