domingo , 24 março 2019
Home / Notícias / Goiás / Nova Câmara: Presidente da CCJ, Sabrina Garcêz prevê que veto de Iris que mantém aumento do IPTU será derrubado

Nova Câmara: Presidente da CCJ, Sabrina Garcêz prevê que veto de Iris que mantém aumento do IPTU será derrubado

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Goiânia, vereadora Sabrina Garcêz (PTB), afirmou nesta segunda-feira (14) que o plenário da Casa deve seguir o relatório da vereadora Dra. Cristina e derrubar em definitivo amanhã o aumento proposto no IPTU pelo prefeito Iris Rezende (MDB). “A aprovação unânime aqui na CCJ indica que não teremos dificuldade de derrubá-lo também em plenário”, disse Sabrina. A autoconvocação para votar esse e outros vetos foi feita pelo presidente Romário Policarpo, sem custos extras para o município.

No ano passado, o plenário da Câmara aprovou projeto dos vereadores Lucas Kitão (PSL), Elias Vaz (PSB) e Allysson Lima (PRB) que proibia Iris de aumentar o valor do IPTU a partir da atualização cadastral, por meio da qual o proprietário informa modificações no imóvel à prefeitura. Em seguida, Iris vetou o projeto, mantendo o reajuste. Assim, o veto ao projeto tem de ser novamente submetido ao crivo da Câmara de Goiânia, que dará a palavra final sobre o auemento do imposto em 2019.

O veto foi derrubado hoje na CCJ e amanhã será submetido ao plenário. As votações ocorrem em regime de autoconvocação, por iniciativa da própria mesa diretora da Casa e, portanto, sem custos para os cofres municipais. O presidente Romário Policarpo propôs as realização das sessões hoje e amanhã para evitar a execução, pela prefeitura, tendo o veto como ponto de partida. A previsão é de rejeição do veto amanhã, o que acabará com qualquer brecha para a aplicação do aumento.

O post Nova Câmara: Presidente da CCJ, Sabrina Garcêz prevê que veto de Iris que mantém aumento do IPTU será derrubado apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

Asfalto “sonrisal” que Caiado postou no Instagram foi construído por Iris e ação de Caiado na Caixa inviabilizou recuperação

Neste domingo, o governador Caiado postou foto de um buraco na GO-060 e disse que era "asfalto sonrisal". A verdade é que esse asfalto foi construído por Iris Rezende entre 1983 e 86. No governo passado, a Agetop fez trabalho de manutenção nesta estrada, mas serviço foi paralisado a cerca de 20 Km de onde hoje está o buracão. Os serviços da Agetop foram paralisados porque Caiado, na época, inviabilizou o empréstimo do governo de Goiás com a Caixa, em Brasília.

O post Asfalto “sonrisal” que Caiado postou no Instagram foi construído por Iris e ação de Caiado na Caixa inviabilizou recuperação apareceu primeiro em Goiás 24 horas.