domingo , 24 março 2019
Home / Notícias / Goiás / Padrão Cidinho: Agrodefesa é mais uma pasta do governo Caiado que segue acéfala. Agropecuaristas estão preocupados com consequências sanitárias

Padrão Cidinho: Agrodefesa é mais uma pasta do governo Caiado que segue acéfala. Agropecuaristas estão preocupados com consequências sanitárias

Entre as muitas pastas que seguem sem comando no governo Ronaldo Caiado está a Agrodefesa, um órgão estratégico no controle sanitário do rabanho bovino de Goiás, um dos maiores do Brasil. O órgão é responsável pelas campanhas de vacinação contra a febre aftosa, cuja ocorrência, em maior ou menor grau, determina a fatia do Estado no comércio ultra concorrido comércio mundial de carne.

Os agropecuaristas do Estado estão alvoraçados com a demora na escolha do novo presidente da Agrodefesa e preocupadíssimos com as consequências dela sobre o controle sanitário do rebanho. O setor de produção de carne emprega milhares de trabalhadores, tem expressiva participação no Produto Interno Bruto (PIB) e ainda sofre os efeitos da Operação Carne Fraca.

Para piorar o clima de apreensão, corre nos bastidores do setor agropecuário que Caiado vai incorporar a Agrodefesa à estrutura da Caiatop, aliás, Agetop, na reforma administrativa que enviará para a apreciação da Assembleia Legislativa em fevereiro. É uma reedição de medida adotada pelo governo Alcides Rodrigues (2007-10) e que, claro, fracassou.

O post Padrão Cidinho: Agrodefesa é mais uma pasta do governo Caiado que segue acéfala. Agropecuaristas estão preocupados com consequências sanitárias apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

‘Moro não conhece nada de segurança’, diz Ibaneis, após chegada de Marcola

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), segue criticando duramente a transferência de Marco Willians Herbas Camacho, conhecido como Marcola, e outros três presos para a Penitenciária Federal de Brasília.

O post ‘Moro não conhece nada de segurança’, diz Ibaneis, após chegada de Marcola apareceu primeiro em Goiás 24 horas.