terça-feira , 23 abril 2019
Home / Notícias / Educação / Seduc se reúne com Enel para firmar parceria

Seduc se reúne com Enel para firmar parceria

Projeto prevê instalação de usinas fotovoltaicas em escolas selecionadas

A secretária de Estado da Educação de Goiás (Seduc), Fátima Gavioli, se reuniu com representantes da Enel Distribuição Goiás para firmar parceria no desenvolvimento de projeto para instalação de usinas fotovoltaicas em escolas selecionadas. O encontro foi realizado no gabinete da secretária, na última terça-feira (2).

Conforme explicou o diretor de Relações Institucionais da Enel, Marco Henrique Pavan, o projeto foi desenvolvido pela Diretoria de Inovação da empresa e é realizado em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) com o objetivo de realizar estudos a partir dos dados coletados para entender o comportamento do sistema elétrico em relação às usinas fotovoltaicas que atualmente já são instaladas em construções domiciliares, comerciais e industriais. “Nosso objetivo é envolver a Seduc, principalmente no que diz respeito aos espaços e às escolas de alguns municípios específicos, que vão servir de fontes de dados para os estudos que desejamos fazer”, afirmou.

Pavan ressaltou que as usinas serão doadas pela Enel às escolas, sem custo, mediante cooperação da Secretaria em receber e permitir a implantação do projeto. “Já possuímos material e projetos formatados, agora vamos partir para negociação e conversas em termos de assinatura de um termo de cooperação entre a Seduc e Enel para início imediato. A ideia é implantar pelo menos 10 usinas até o final do ano em diversos pontos do Estado”, disse.

O engenheiro especialista em inovação da Enel, Rafael Nielson, explicou ainda que a escolha das escolas foi feita mediante critérios estritamente técnicos que se adequem a fornecer uma amostragem de dados que seja consistente e válida. As usinas serão instaladas em cidades onde a empresa já tem plataforma de infraestrutura medição avançada e que permitem monitoramento remoto das informações, pela facilidade de obter informações técnicas a respeito do desempenho dessas usinas fotovoltaicas e como elas se comportam em conexão com a rede elétrica de distribuição da Enel. “Esse estudo é de suma importância para que a gente possa obter essas informações, essas grandezas elétricas, que nos permitam entender esse comportamento e tornando melhor a qualidade do fornecimento de energia elétrica aos consumidores”, explicou.

O engenheiro eletricista da Seduc, Marcus Oliveira, participou da reunião e destacou que o projeto será de grande valia, porque, além da parceria na geração de dados, a instalação das usinas vai gerar economia financeira aos cofres da secretaria. “Algumas unidades escolares nas cidades de Anicuns, Campos Verdes, Cidade de Goiás, Pirenópolis, Nova Veneza e Santa Terezinha de Goiás serão contempladas com sistemas de micro geração de energia solar fotovoltaica, instalados pela própria Enel. A Seduc só tem a ganhar com isso, pois além instalação ser gratuita, as usinas serão fontes de energia limpa nessas unidades escolares”, afirmou.

Veja Também

Governo Caiado caminha para o 4º mês sem empolgar e com problemas graves para resolver

Daqui uma semana, o governador Caiado vai completar quatro meses no cargo. São 120 dias sem empolgar os goianos, com uma agenda de lamentação excessiva e que não aponta resoluções para os problemas pequenos e maiores. O trabalho de Caiado segue calcado em abrir uma linha de crédito em Brasília, com o presidente Bolsonaro.

O post Governo Caiado caminha para o 4º mês sem empolgar e com problemas graves para resolver apareceu primeiro em Goiás 24 horas.