domingo , 24 março 2019
Home / Notícias / Goiás / Tensão nos presídios: sem salários e em meio a demissões, agentes penitenciários podem parar neste domingo

Tensão nos presídios: sem salários e em meio a demissões, agentes penitenciários podem parar neste domingo

Em resposta ao calote nos salários de dezembro e à demissão, sem prévio aviso, de 856 servidores temporários do sistema de execução penal, os agentes penitenciários de Goiás podem parar suas atividades neste domingo.

A tensão e o medo de rebeliões tomaram conta das unidades prisionais e de recuperação de menores depois da decisão do governador Ronaldo Caiado (DEM) de não renovar os contratos de agentes penitenciários temporários.

O quadro de pessoal do sistema de execução penal já operava com déficit de servidores antes das demissões. O temor entre os agentes e as polícias é de perda de controle do sistema, com fugas e rebeliões.

O post Tensão nos presídios: sem salários e em meio a demissões, agentes penitenciários podem parar neste domingo apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

Asfalto “sonrisal” que Caiado postou no Instagram foi construído por Iris e ação de Caiado na Caixa inviabilizou recuperação

Neste domingo, o governador Caiado postou foto de um buraco na GO-060 e disse que era "asfalto sonrisal". A verdade é que esse asfalto foi construído por Iris Rezende entre 1983 e 86. No governo passado, a Agetop fez trabalho de manutenção nesta estrada, mas serviço foi paralisado a cerca de 20 Km de onde hoje está o buracão. Os serviços da Agetop foram paralisados porque Caiado, na época, inviabilizou o empréstimo do governo de Goiás com a Caixa, em Brasília.

O post Asfalto “sonrisal” que Caiado postou no Instagram foi construído por Iris e ação de Caiado na Caixa inviabilizou recuperação apareceu primeiro em Goiás 24 horas.