quinta-feira , 21 março 2019
Home / Notícias / Goiás / Turvânia, urgente: mulher morre no hospital municipal depois de esperar 12 dias por vaga em UTI

Turvânia, urgente: mulher morre no hospital municipal depois de esperar 12 dias por vaga em UTI

Uma mulher morreu no  Hospital municipal de Turvânia depois de esperar 12 dias uma vaga em UTI
Segundo moradores da cidade que procuraram o G24H, o prefeito Fausto Mariano foi procurado na sua casa na quinta-feira.
Não atendeu e a esposa dele falou que não podiam fazer nada.

Luciene Borges de Faria morreu à míngua.

Está sendo velada agora na capela da cidade.

Vídeo também registra outro atendimento precário.

Veja:

 

O post Turvânia, urgente: mulher morre no hospital municipal depois de esperar 12 dias por vaga em UTI apareceu primeiro em Goiás 24 horas.

Veja Também

Goiatuba: coronel Quixabeira contesta informações sobre racha da base caiadista na cidade

Em resposta à matéria veiculado no Jornal Goiás 24 Horas, do dia 19/03/2019 “base de Caiado em Goiatuba está rachada após nomeação de coordenador de educação” e “Coronel Quixabeira é aliado do prefeito de Goiatuba que, no dia da carreata do Caiado fechou a rua principal para que o comboio caiadista não passasse por ela”, o
coronel enviou contestação ao G24H:

O post Goiatuba: coronel Quixabeira contesta informações sobre racha da base caiadista na cidade apareceu primeiro em Goiás 24 horas.